Menu
  • Fornecedores de subníveis são grandes contribuintes para a exposição ao risco

    As cadeias de suprimentos estão no coração de milhões de organizações em todo o mundo. Em alguns casos, 50% a 80% dos custos de uma empresa podem estar diretamente ligados aos esforços da cadeia de suprimentos. Na verdade, um dos KPIs mais comuns entre as empresas em todos os setores da indústria é entregar ao cliente a tempo – e se você tiver uma interrupção, você falha.

    “…70% das organizações entrevistadas indicaram ter sofrido algum tipo de interrupção da supply chain. Dentro desse mesmo grupo, 2% dos entrevistados revelaram ter tido um prejuízo de mais de US$ 50 milhões dessas interrupções

    Especialistas da Dun & Bradstreet e muitas vezes expressam surpresa ao ver que muitas empresas têm uma visão limitada sobre quais de seus fornecedores de Nível 1 têm riscos e exposições decorrentes de fornecedores subnível. Essencialmente, eles não sabem quem fornece seus fornecedores. Conhecidas como Nível N, essas entidades em subcamadas se ramificam para vários níveis mais baixos na cadeia de suprimentos, e, muitas vezes, pouco se sabe sobre suas exposições de risco. Em alguns casos, essas organizações de Nível N parecem envoltas em mistério em comparação com a transparência dos fornecedores de Nível 1.

    Essa falta de visibilidade se traduz em vulnerabilidade. Não saber a profundidade da sua cadeia de suprimentos deixa você suscetível a infelizes interrupções para “negócios como de costume” que podem custar dezenas de milhões de dólares. Mas conseguir uma compreensão profunda da sua cadeia de suprimentos é mais difícil do que parece. Os dados em sua rede de suprimentos são muitas vezes fragmentados, não confiáveis e estratificados em diversos locais e entidades de negócios. Mesmo que você consiga perfurar e criar um mapa preciso de sua cadeia de suprimentos, os dados que você diligentemente reuniu tornam-se obsoletos e desatualizados muito rapidamente.

    A maioria das organizações globais estão em risco de interrupção da supply chain

    Então, quão sérios são esses eventos de interrupção? De acordo com uma pesquisa realizada pela BCI Supply Chain Resilience em 2016, 70% das organizações pesquisadas indicaram ter sofrido algum tipo de interrupção da cadeia de suprimentos. Dentro desse mesmo grupo, 2% dos entrevistados revelaram ter levado mais de US$ 50 milhões de prejuízo com essas interrupções.

    As 5 Principais Causas de Interrupção nas Cadeias de Suprimentos

    • Paralisações não planejadas de TI e telecomunicações
    • Perda de talento/habilidades
    • Ataque cibernético e violações de dados
    • Interrupção da rede de transporte
    • Falha de terceirização

    E onde estão ocorrendo essas interrupções? Principalmente em torno de fornecedores diretos de Nível 1, mas quase metade ocorre abaixo no território do Nível N, e muitas empresas não estão analisando ativamente onde exatamente essas interrupções estão acontecendo e por quê. Muitas organizações tomam a atitude de despretensiosa de “Está acontecendo o Nível 1? Não sei nada sobre isso. Não há muito que possamos fazer.” Essas empresas precisam tomar uma postura proativa na captura dessas interrupções e aprender a evitar seus impactos negativos em toda a organização. As três questões primárias que devemos considerar ao analisar subníveis da cadeia de suprimentos são:

    3 problemas a considerar ao analisar subníveis da cadeia de suprimentos são:

    1. Risco repentino para mudança de regulamentos ou riscos naturais: Isso pode se manifestar na forma de legislação que passa no país onde seu fornecedor de Nível N está localizado. Ou seu fornecedor pode residir em uma região geograficamente de alto risco do globo. Por exemplo, a emergência mundial covid-19 que estamos vivendo agora, levou a uma paralisação temporária de certas instalações em todo o mundo de todos os tipos de indústrias.
    2. Má visibilidade: É difícil identificar fornecedores de nível N. Alguns residem em países instáveis sujeitos aos caprichos de mudar governos ou de facções concorrentes. Você pode ajustar sua cadeia de suprimentos se souber que um fornecedor de Nível N específico fabrica itens em um país à beira da guerra civil. 54% dos executivos admitem que suas empresas não têm visibilidade além do Nível 1 (KPMG).
    3. Prioridade: Você precisa entender o impacto profundo que as interrupções do Nível N podem ter na sua organização e na saúde financeira. Simplificando, as interrupções do Nível N podem criar um efeito dominó. De acordo com a Accenture, 80% das empresas em todo o mundo veem a melhor proteção da cadeia de suprimentos como prioridade máxima. À medida que as organizações buscam reduzir custos, elas devem ter cuidado para não aumentar o risco ou o perigo de interrupção ao mesmo tempo. Para continuar a jornada de melhoria, você precisa do apoio de cima para baixo da equipe executiva e deve alinhar os diferentes silos funcionais em sua organização para impulsionar a resiliência em sua cadeia de suprimentos.

    Como as organizações se protegem contra interrupções de nível N?

    Usando análises avançadas. Para proteger seus ativos, aplique a mais recente e mais precisa tecnologia avançada de análise para mapear relacionamentos de fornecimento de nível N e desenvolver um plano de soluções de transferência de risco para eventos de interrupção – mesmo para os cenários mais complexos da cadeia de suprimentos.

    Identificar fornecedores alternativos para ajudá-lo a fornecer bens e materiais que você precisa para que seu negócio continue é o que a CIAL Dun & Bradstreet pode ajudá-lo. lembre-se, mesmo que você possa não ter atualmente impacto direto do fornecedor nível 1: seus fornecedores já podem estar passando por uma crise com seus fornecedores. Isso pode formar um colapso na rede de fornecedores tier 1, tier 2 e tier 3.

    Não arrisque. Prevenção é sempre a melhor resposta.